comp coop 10

27/08/2009

MegaMini tutorial para Mac newbies – produtividade

Filed under: mac, tutorial — Tags:, , , , , , — Russo @ 9:10 am

ZumbiIconpor Eduardo Russo

Continuando o MegaMini tutorial, vou falar um pouco sobre teclas de atalho e outras coisas relacionadas a produtividade no OS X. Se você vem é usuário mais avançado em outros sistemas operacionais, provavelmente utiliza com frequencia (falei que não ia parar de usar trema até o último momento, mas não quero esse tutorial desatualizado em 2012) teclas de atalho.

No site da Apple, existe uma página com todas os possíveis atalhos de teclados, mas para um usuário novato, é difícil encontrar o que se está procurando, então vou colocar o que uso no meu dia a dia e que melhora minha produtividade no OS X.

OS Fs

Se você comprou um Mac novo, provavelmente suas teclas de função já vem com ícones auto explicativos sobre sua primeira funcionalidade no centro da tecla. A segunda é como tecla de função e para funcionar assim, deve-se apertar a tecla fn junto – do lado do DELETE nos teclados grandes e abaixo do SHIFT ESQUERDO nos pequenos.

F1 e F2 – diminui e aumenta o brilho da tela
F3 – Ativa o Exposé para todos aplicativos
F4 – Widgets
F7, F8 e F9 – volta, play/pause e avança músicas no iTunes e filmes no QuickTime
F10, F11 e F12 – mute, diminui volume e aumenta volume
Tecla ao lado do F12 – ejeta CDs

ABRINDO PROGRAMAS

O Spotlight é seu melhor amigo! Pressione CMD+ESPAÇO e repare no canto superior esquerdo. Digite, por exemplo “pref” e em segundos poderá acessar as preferências do sistema! Isso faz você não precisar encher seu dock com milhares de programas.

Bem mais amigo que o cachorro do Windows XP!

Bem mais amigo que o cachorro do Windows XP!

DOCK

O Dock é o lugar onde você deve deixar os programas que mais usa, já que, para qualquer outro, você tem a opção de usar o Spotlight facilmente.

Para colocar um programa no Dock, basta arrastá-lo para cima dele. Para tirar, jogue “para fora”. Quer saber onde está um programa ou pasta do Dock?  Segure CMD e clique nele!

Clicando com o botão direito em um ícone no Dock, você tem algumas opções básicas para todos os programas e algumas específicas (como no iTunes, por exemplo).

Opções básicas do dock

Opções básicas do dock

Uma outra dica em relação ao Dock é colocar “separadores” para agrupar tipos específicos de aplicativos. Isso te ajuda a organizar seus programas do Dock. Para saber mais, dê uma olhada nesse post.

Falarei um pouco mais dessa opção de Abrir no Início da Sessão abaixo.

ABRINDO DJÁ

Para abrir programas logo quando liga o computador, você pode usar a opção Abrir no Início da Sessão do Dock, é o jeito mais fácil. Mas, nem todo programa roda como um programa, mas sim como um serviço – o Dropbox e o Google Notifier são exemplos disso.

Para alterar isso, abra as Preferências do Sistema e vá em Contas.

Fica aqui!

Contas fica aqui!

Depois de entrar em Contas, clique na aba Itens Login. Basta clicar no + e adicionar o programa que deseja iniciar junto com o SO. Ah, se você não descobriu ainda, o lugar de programas no OS X é o diretório Aplicativos e ele, por padrão, já está nos ítens de acesso rápido do Finder.

O seu botão + não ficará vermelho, mas clique nele mesmo assim!

O seu botão + não ficará vermelho, mas clique nele mesmo assim!

CONFIGURANDO SUAS JANELAS DO FINDER

Antes de tudo, vamos entender uma janela do Finder.

Cada um no seu quadrado!

Cada um no seu quadrado!

Começando pelos Modos de Visualização, existem quatro formas de navegar pelo Finder: ícones, listas, colunas e Cover Flow.

Ícones e listas, você já deve conhecer de outros SO. Cover Flow é lindão e mostra ícones gigantescos pra agradar seus olhos, mas é a visualização por colunas que realmente ajudam na produtividade. Para usar essa forma de visualização, basta clicar no ícone dela (o terceiro)!

Caso esteja num diretório e o acima dele não esteja acessível pelo scrooll, basta usar a combinação CMD+cima para ir para o diretório superior.

A Barra de Ferramentas pode ser alterada com os programas úteis em uma janela do Finder. Você pode adicioná-los arrastando e soltando e reorganizá-los clicando com o botão direito e indo em Personalizar Barra de Ferramentas… Para retirar, clique com o botão direito e depois em Remover Item. Deixo aí, por exemplo, um programa para renomear arquivos em sequência.

A busca faz o mesmo que o Spotlight, mas, depois de feita uma busca, você pode dizer se quer no computador inteiro ou só na pasta que você estava e ainda pode salvar suas buscas – elas ficarão em Smart Folders que podem ser colocadas na parte busca dos itens de acesso rápido.

Busca por "ARM" na pasta POLI

Busca por "ARM" na pasta POLI

Na Bara Lateral você pode (e deve) colocar os diretórios que mais usa, arrastando e soltando. Esses diretórios estarão à sua disposição em todo diálogo de salvar de todo programa que usa a interface do OS X, facilitando bastante sua vida – programas que usam X11 e Java nem sempre conseguem usar isso.

Para tirar um diretório de lá, clique nele com o botão direito e em Remover da Barra Lateral

ALTERNAR PROGRAMAS e JANELAS

Existem algumas formas de trocar entre programas em execução, usando o ícone do programa no dock (nunca uso), com CMD+TAB / CMD+~ e com o Exposé.

Pressionando CMD+TAB, surge na tela o application switcher e você pode escolher qual programa executar apenas com o teclado. Usando CMD+TAB para ir para o próximo (à direita) programa e CMD+SHIFT+TAB ou CMD+~ para ir para o anterior.

Estando no programa escolhido, você pode ainda se deparar com o fato de que a janela em primeiro não é a que você queria. Basta usar CMD+~ para alterar entre as janelas do mesmo programa – sei lá porque diabos, nem todo programa funciona corretamente.

A outra forma é usando o Exposé. Se você está seguindo esse tutorial, deve ter apertado F3 para ver o que acontece. A função do F3 é uma das formas do Exposé funcionar, existem outras duas ainda: mostrar as janelas do programa atual e mostrar o desktop. No Snow Leopard, isso vai melhorar ainda mais, mas como ele só sai daqui a dois dias, não tenho um para explicar detalhadamente.

Indo nas preferências do sistema (CMD+ESPAÇO e pref), vá em Exposé e Spaces – sim, é uma misturéba de português e inglês inacreditável!

Está aqui ó!!!

Está aqui ó!!!

Essa é a maneira que deixo as coisas por aqui. É uma questão de ir testando e ver de que forma você se adapta melhor. Minha configuração é para mouse, já que tenho um desktop. Seria legal um adendo de algum usuário dos novos notebooks com multitouch.

Opções do exposé

Opções do Exposé

Brinque um pouco com isso e veja o que cada um faz, escolha a configuração que mais te agrade. Eu, particularmente, nunca ativo o Exposé pelo teclado, sempre pelo mouse ou pelos cantos da tela.

EJETANDO DISCOS E PEN DRIVES

Cade o “remover hardware com segurança” dessa joça? Não tem!

No caso de CDs ou DVDs, basta pressionar a tecla ao lado do F12 e ele ejeta.

Para pen drives, arraste-o para a lixeira. Repare que assim que você começa arrastá-lo, o ícone muda para um eject.

Lixeira mutante

Lixeira mutante

FECHAR JANELA ≠ FECHAR PROGRAMA

Acostume-se com e, como a maioria dos usuários de Mac, aprecie o fato de que fechar a janela de um programa não fecha o programa. Isso pode parecer imbecil e anti produtivo, mas não é.

Testando entre vários clientes de Twitter, achei um que me agradou bastante, mas ele fechava o programa quando eu fechava a janela e isso pra mim é insuportável! Não quero ter que minimizar um programa pra sumir com ele da minha frente.

Então, para fechar uma janela, aperte CMD+W. Para fechar um programa, CMD+Q.

Há ainda a possibilidade de “esconder” um programa, usando CMD+H ou segurando OPTION e clicando em outro programa.

Finalmente, para minimizar um programa, use CMD+M.

WIDGETS

Widgets são “mini programas” que rodam em background. Desde mostrar (e copiar para o iTunes) a letra de uma música (ou não, se depender da RIAA), fazer conversões de valores e unidades de medidas, fazer contas etc.

Pretendo fazer um outro MegaMini tutorial sobre Widgets que acho interessantes, então estou apenas citando que isso é uma coisa que pode te ajudar na produtividade com seu Mac.

ÍCONES

Uma coisa aparentemente imbecil, mas que ajuda na organização é utilização de ícones personalizados. Ajuda, na hora de selecionar, por exemplo, o diretório da POLI, se ele for diferente do resto. Para isso, ou crie seus ícones ou baixe em sites especializados – é só procurar por “OS X icons” ou perguntar pra mim bons sites disso.

Selecione a pasta com o ícone que você quer usar e use o comando CMD+OPTION+I, isso abrirá as Informações da pasta selecionada. Clique no ícone e pressione CMD+C para copiar. Vá na pasta que você quer passar (a janela com as informações usando CMD+OPTION+I automaticamente mostra informações da selecionada, para mostrar “fixamente” só de uma por vez, use CMD+I), clique no ícone e cole com CMD+V.

Pasta POLI com ícone personalizado.

Pasta POLI com ícone personalizado.

ETIQUETAS

Outra aparente besteira que ajuda na organização. Clique em qualquer pasta ou arquivo e Etiquetas estará lá, na sua cara. Escolha uma cor para cada tipo de coisa.

Escolha a sua!

Escolha a sua!

Uso, por exemplo da seguinte forma: se estou fazendo um trabalho para a Poli, lendo várias referências ao mesmo tempo, quero ter um controle de qual já lí totalmente, qual não lí e qual estou lendo. Uso etiquetas para sinalizar isso.

Pasta da POLI na reta final!

Pasta da POLI na reta final!

JANELAS, PASTAS e tudo mais

Rapidamente, algumas outras teclas de atalho que uso bastante no Finder:

CMD+N – abre uma nova janela
CMD+W – fecha a janela
CMD+SHIFT+N – cria uma nova pasta
RETURN – quando tiver um arquivo ou pasta selecionado, para renomear arquivo
CMD+O ou CMD+baixo – abre o arquivo ou pasta
CMD+cima – sobe um nível de diretório
CMD+DELETE – apagar o(s) arquivo(s) selecionado(s)
CMD+SHIFT+DELETE – limpar a lixeira
CMD+OPTION+ESC – para forçar encerrar um aplicativo (A.K.A. CONTROL ALT DEL do Mac)
CONTROL+EJECT – opções de desligamento do computador

Isso finaliza esse MegaMini tutorial sobre produtividade, e com Exposé, Widgets e Spotlight, explica porque  Mac + OS X é considerada, por muitos, a combinação com o melhor custo benefício em termos de produtividade.

PREFERÊNCIAS DO SISTEMA

Como eu já disse, é o similar ao Painel de Controle do Windows. Inclusive, se você vem do Windows, pode buscar o que você quer alterar lá usando o nome que você conhecia no windows e ele vai filtrando e te mostrando onde isso fica!

FireWall ou FireWire... termine a busca e ele te mostra onde configurar.

FireWall ou FireWire... termine a busca e ele te mostra onde configurar.

OK, MAS CADÊ O BOTÃO DE MAXIMIZAR DESSA JOÇA?

Não tem, porque você não precisa dele. Acostume-se a poder ver todos os programas rodando ao mesmo tempo. É estranho no começo, mas depois que você se acostuma (ok, pode ser que você sempre ache isso uma droga) passa a ser natural não maximizar os programas. Até existem programinhas que fazem esse papel, mas recomendo que antes de tudo, tente viver um tempo sem isso…

Anúncios

1 Comentário »

  1. Russo!

    Esse guia tá foda! Valeu demais! Me ajudou muito aqui! Já to me sentindo um usuário avançado!

    Valeu cara!

    Comentário por Rafael Barbolo Lopes — 27/08/2009 @ 5:12 pm


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: